forex trading websites list estrategia forex day trading forex grid trading operando trade no stop gain forex trading manchester tipo de operações day trade indicador de topos e fundos do mercado opçoes binarias tm opçoes binarias empresas que investem seu dinheiro em day trade opções binárias 1m
 

Light confirma incidente cibernético que prejudicou clientes

Light confirma incidente cibernético que prejudicou clientes

Paulo Brito

Incidente ocorreu na área de TI e segundo fontes não atingiu a parte de automação ou de operação, com prejuízo maio no atendimento aos clientes

A Light, empresa distribuidora de energia elétrica que atende principalmente o Estado do Rio de Janeiro, confirmou para o portal Veja Rio que houve um incidente cibernético em sua rede. A empresa, que fornece energia para 31 dos 92 municípios do Estado, com um total de 7 milhões de consumidores de energia elétrica, confirmou que o incidente ocorreu na última terça-feira. Ele se manifestou nos sistemas que fazem o atendimento de clientes. Foi um ataque de ransomware, segundo a Veja, no qual os atacantes pediram 107.213,96 Moneros, o equivalente a R$ 37 milhões. Os cibercriminosos deram um prazo de dois dias para o pagamento, sob pena de aumentar o valor.

Fontes que conhecem o assunto disseram que a parte de operação de distribuição de energia não foi atingida nem afetada. O problema ocorreu somente na área de tecnologia de informação, mas não em tecnologia de automação / operação. Até a noite de ontem o site principal não estava funcionando e não havia redirecionamento. A partir de hoje está havendo redirecionamento para a Agência Virtual, que funcioina num subdomínio. Segundo post do especialista Ricardo Maganhati Júnior no Linkedin, esse e outros subdominios de fato estavam funcionando mesmo no dia de ontem.

A Light não deu detalhes sobre o problema, mas emitiu uma nota para a imprensa admitindo que ele existe: “A Light sofreu, nesta terça-feira (16/6), um ataque de vírus em seus computadores. O corpo técnico da empresa vem elaborando diagnósticos, ações e recomendações que estão sendo seguidas por seus colaboradores”. No Rio de Janeiro, outra organização que atende a população também foi atingida no início do mês: em 3 de junho, o sistema das Clinicas da Família, da Prefeitura do Rio. Pelo menos 13 unidades tiveram dados importantes de pacientes apagados. Entre eles, prontuários, registros de atestado de óbitos e até consultas de pessoas infectadas pelo coronavírus. Os hackers pediram o pagamento de um resgate em bitcoins.

Também este mês outra distribuidora de energia elétrica, a Provincial Eletricity, da Tailândia, foi atingida por um ataque do ransomware Maze. Em 29 de Abril, o Grupo Energisa, controlador de empresas geradoras e distribuidoras de energia elétrica confirmou que houve um ataque na madrugada do dia 29 de abril na distribuidora que atende o Mato Grosso do Sul. Sistemas de atendimento ao cliente — incluindo o site da empresa e o aplicativo Energisa On — deixaram de funcionar. Há rumores de que a empresa teria pago R$ 3 milhões de resgate para receber as chaves de criptografia e restaurar os sistemas. Os cibercriminosos inicialmente pediram R$ 5 milhões. Nesse caso também foi afetada apenas a parte de TI.

Fonte: https://www.cisoadvisor.com.br/light-confirma-incidente-cibernetico-que-prejudica-clientes/