Rússia: aumento de ciberataques pode levar a ‘conflito direto’

Governo russo alertou os Estados Unidos e seus aliados sobre o risco de um “conflito militar direto” se os ataques cibernéticos às suas infraestruturas continuarem

A advertência surge após relatos no início da semana passada de que o site do Ministério da Construção, Habitação e Serviços Públicos da Rússia foi hackeado e desconfigurado, além de exibir a mensagem “Glória à Ucrânia” em sua homepage.

Em uma declaração, publicada pela Reuters, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia culpa os EUA e a Ucrânia pelos ataques às infraestruturas críticas e às instituições estatais russas. Na nota, o ministério alega que os EUA estão “reduzindo deliberadamente o limite da TI para o uso em combate” e ameaçou uma possível retaliação. “A militarização do espaço da informação pelo Ocidente e as tentativas de transformá-lo em uma arena de confronto interestatal aumentam muito o risco de um confronto militar direto com consequências imprevisíveis”, afirmou o órgão russo.

Os sites de inúmeras empresas estatais russas e organizações governamentais, de companhias aéreas a bancos e até mesmo um portal de distribuição de álcool, foram interrompidos por ataques distribuídos de negação de serviço (ataque DDoS – Distributed Denial of Service) desde o início da guerra.

Outros ataques tentaram comprometer e vazar dados de usuários e até mesmo apagar registros de clientes e corporativos de bancos de dados em nuvem.

O presidente Vladimir Putin foi forçado no mês passado a reconhecer publicamente a escala do impacto e pediu defesas cibernéticas aprimoradas e dependência reduzida de software e hardware fabricados no exterior. No entanto, a realidade é que a Rússia faz  o mesmo no ciberespaço. Grupos ligados ao governo russo foram responsabilizados por um grande número de ataques DDoS e malware destrutivos na Ucrânia desde o início da invasão. Em abril, a Microsoft afirmou que todos os formidáveis ​​recursos cibernéticos do país estavam sendo usados ​​para atingir seu vizinho a oeste, totalizando centenas de campanhas. Com agências de notícias internacionais.

Fonte: https: //www.cisoadvisor.com.br/russia-alerta-que-aumento-de-ciberataques-pode-escalar-a-guerra%ef%bf%bc/

Receba Notícias

Artigos Mais Recentes