oblock logo
Colagem ilustrando a proteção de endpoints

Proteção de endpoints: o que é e como funciona

Você sabe o que é e como funciona a proteção de endpoints? Muitas vezes confundida com as soluções de antivírus tradicionais, a proteção de endpoints vai muito além na missão de trazer segurança para dispositivos, usuários e organizações.

Neste artigo, nós vamos detalhar o que é a proteção de endpoints e como ela funciona, incluindo as principais características que uma solução de proteção deve oferecer. Confira!

Principais tópicos deste artigo

O que é a proteção de endpoints?

A proteção de endpoints, ou segurança de endpoints, é uma abordagem de cibersegurança focada em proteger endpoints (dispositivos como desktops, laptops e celulares) de ameaças e ataques hacker.

Uma plataforma de proteção de endpoint, por sua vez, é uma solução usada para ajudar nessa missão. Segundo o Gartner, uma solução de proteção de endpoints deve…:

  • Prevenir ataques hacker baseados em arquivos;
  • Detectar atividades maliciosas;
  • Oferecer funcionalidades de investigação e remediação para responder a incidentes e alertas.

Na prática, uma solução de proteção de endpoints, como a da CrowdStrike, agrega uma série de tecnologias de cibersegurança, incluindo antivírus de última geração, inteligência de ameaças, gerenciamento de vulnerabilidades e EDR (Endpoint Detection and Response).

O que é considerado um endpoint?

Um endpoint é qualquer dispositivo que conecta-se à rede corporativa de fora do firewall. Veja só alguns exemplos:

  • Laptops
  • Tablets
  • Dispositivos móveis
  • Dispositivos de IoT 
  • Sistemas de POS (ponto de venda)
  • Switches
  • Servidores
  • Impressoras digitais 

É importante lembrar que qualquer endpoint pode ser a porta de entrada para um ataque hacker, colocando em risco toda a rede corporativa. Para complicar, o número de endpoints com potencial acesso a dados corporativos só aumenta, em especial com a proliferação do trabalho remoto.

Por isso, é essencial investir em uma estratégia de proteção para esses dispositivos.

Como funciona a proteção de endpoints

Uma solução de proteção de endpoints examina arquivos, processos e atividades de sistema em busca de comportamentos maliciosos ou suspeitos. O gerenciamento é centralizado em um console único, a partir do qual os administradores podem monitorar e responder a incidentes.

Por muito tempo, a abordagem mais comum nas empresas foi adotar uma proteção de endpoints legada, baseada na infraestrutura on-premise. Porém, ela limita o alcance da proteção aos endpoints dentro do perímetro da rede corporativa. Isso se mostrou um problema com a expansão do home office e do uso de dispositivos próprios dos colaboradores.

Por isso, uma solução nativa da nuvem é a melhor opção para a proteção de endpoints, oferecendo mais recursos, flexibilidade e segurança. 

Ilustração mostrando proteção de endpoints

Proteja seus endpoints com a Crowdstrike

Proteção de endpoints baseada na nuvem

Veja como exemplo o CrowdStrike Falcon, que foi construído na e para a nuvem.

Com o Falcon, administradores podem monitorar e gerenciar remotamente os endpoints. O console de gerenciamento é hospedado na nuvem e se conecta com os dispositivos de forma remota, através de um agente instalado diretamente no endpoint.

Esse agente pode inclusive funcionar de maneira totalmente independente caso o endpoint perca a conexão com a internet, garantindo proteção integral.

Além disso, por se tratar de uma solução nativa da nuvem, o agente é atualizado em tempo real, o que aumenta a proteção contra novas ameaças e facilita a incorporação de novos recursos. 

Proteção de endpoints vs software de antivírus

O que conhecemos comumente como “antivírus” costuma ser apenas uma parte de uma solução completa de proteção de endpoints. 

O antivírus tradicional, aliás, é uma das formas mais básicas de proteção. Ele é executado em segundo plano, escaneando periodicamente o conteúdo do dispositivo. Nesse escaneamento, o antivírus busca padrões e correspondências com um banco de dados que reúne assinaturas características de vírus. 

Já as soluções completas de proteção de endpoints incluem o chamado “antivírus de última geração”, que detecta ameaças complexas e malwares desconhecidos. Além disso, elas incorporam outras técnicas e práticas avançadas de segurança, como explicamos no próximo ponto. 

Principais funcionalidades de uma solução de proteção de endpoints

Uma proteção de endpoints deve ser efetiva e simples de usar, fornecendo um grau elevado de segurança. 

O ideal é que ela inclua cinco elementos principais. Veja quais são.

1. Prevenção

Antivírus de última geração para bloquear o maior número possível de elementos maliciosos, incluindo malwares desconhecidos e de dia zero.

2. Detecção

Solução de EDR (Endpoint Detection and Response) que automatiza a investigação, triagem e caça a ameaças, dentre outros.

3. Caça gerenciada a ameaças

Expertise de especialistas focados em threat hunting, permitindo ir além da automação para detectar ataques sofisticados.

4. Inteligência de ameaças

Automação para priorizar alertas, investigar incidentes, reunir rapidamente dados sobre padrões de ataques e de hackers e possibilitar uma postura proativa.

5. Gerenciamento de vulnerabilidades e higiene de TI

Visibilidade e controle para identificar quais sistemas e aplicações estão em risco, corrigir vulnerabilidades e monitorar o comportamento de usuários.

CrowdStrike: melhor solução para proteção de endpoints

Como mostramos, a proteção de endpoints é um desafio complexo, mas uma solução adequada ajuda as organizações a superá-lo. 

E a melhor opção é a CrowdStrike, líder de mercado em proteção de endpoints. 

Diferentemente das soluções tradicionais, a solução de proteção de endpoints da CrowdStrike unifica as tecnologias necessárias para impedir violações com sucesso, incluindo antivírus de última geração e EDR, caça gerenciada a ameaças,  automação de inteligência contra ameaças e higiene de TI. 

Tudo fornecido por meio de um único agente leve e baseado na nuvem, para proteger o usuário sem comprometer sua experiência com o dispositivo e com os aplicativos usados no dia a dia.

Solicite um Free Trial do Falcon

Quer ver na prática como o Falcon atua? Solicite o seu free trial e ainda receba suporte técnico especializado desde o primeiro contato.

Receba Notícias

Artigos Mais Recentes